Mensagem de Nossa Senhora, Mãe da Bondade, mês de julho

    www.maedabondade.com

  Mensagem  no dia 2 de julho de 2017

           Meus filhinhos queridos, começo esta mensagem dizendo-vos que Eu, Maria, não dei uma mensagem no mês de junho, porque este meu filho estava a sofrer, não pela cirurgia, mas sim, por oferta de sacrifício, pelos pecadores deste mundo. Muitos filhos não acreditaram na minha mensagem do mês de maio,  em que dizia que a cirurgia ia correr bem. Esses filhos não têm Fé, porque duvidaram da Minha Palavra.

         Hoje, venho ao vosso encontro, neste Lugar Sagrado, Corgo da Igreja, com o coração cheio de alegria porque presenciei no dia treze de maio, na Cova da Iria, representantes de bastantes nações para receberem com muita Fé, o vosso Papa Francisco. Continuai assim, meus filhos, com essa grande Fé. Não deixeis de rezar pelo Santo Padre, o papa Francisco, pela Igreja, pelos bispos e sacerdotes, porque eles vão precisar  muito das vossas orações.

         Hoje, meus filhos queridos, aqui presentes, tende sabedoria e humildade dentro dos corações, porque é muito importante que vós tenhais humildade nos vossos corações, mesmo que, muitas vezes, as dificuldades e tribulações do dia-a-dia vos impeçam de cultivar a vossa humildade e a vossa simplicidade. Na verdade, só homens simples conseguem ver Deus, sentir Deus, e amar a Graça de Deus em si.

         Eu, como Mãe de toda a humanidade, quereria ver no mundo corações que se unem para construírem no amor as Famílias, mas sinto, que vos falta ainda muito para alcançardes com êxito o objetivo de possuirdes famílias que  se  amem verdadeiramente, que se  respeitem,  e tenham a sabedoria e  a compreensão  necessárias à vivência em comum.

         Hoje os homens não sabem dialogar, silenciar e corresponder ao que lhes é solicitado, não se contentam só com o possível, nem aceitam modificações que os possam transformar. Muitos, só conseguem ver a parte externa da vida, o que os olhos enxergam, o que as mãos tocam. Não conseguem ver o que de mais precioso têm na vida, que é o seu interior, como por exemplo, sentir Jesus no vosso coração, amar e abraçar esse Cristo que vive dentro de vós, ter a certeza de que Ele é o maior alimento da vossa vida e da vossa alma …

         Existem muitas almas que têm  grande dificuldade em  encontrar Deus,  e estas almas estão sofrendo devido às fortes tribulações de hoje. Essas tribulações  estão levando famílias, jovens e crianças a viverem o desespero do sofrimento espiritual, que é o sofrimento que a humanidade vive  nos dias de hoje, porque  estamos no final dos tempos. Por isto, filhos, vós estais sendo chamados por Jesus a terdes um coração humilde e forte, a procurardes uma preparação digna, para poderdes olhar para este mundo e saberdes qual a melhor forma de vencerdes o sofrimento; e, a melhor forma de o vencerdes, é não deixardes que ele vos domine. Vós, não podeis deixar que os julgamentos vos levem à tristeza, que outros irmãos venham prejudicar-vos. Vós tendes uma missão, para a obra de Deus. E toda a missão é boa, se construída com Cristo e para Cristo. O demónio persegue-vos constantemente, mas não permitais que as perseguições, vos abatam. Levantai-vos, lembrai-vos das palavras de Jesus quando Ele disse:         – “Se vós quereis ser daqueles que seguem o Meu caminho, renunciai a tudo, segui-me. Abraçai a Cruz e amai essa Cruz.” Não podeis querer estar com Cristo e caminhar na construção do Reino Celestial, sem carregar a vossa Cruz. Essa Cruz é testemunho vivo de que Cristo tem construído em vós uma fortaleza, e o que Cristo realmente quer de vós, é que tenhais um  coração forte. Essa Cruz será a prova viva de que estais no caminho certo, estreito, pesado, onde a jornada é sempre constante, mas  nela, Deus está sempre presente.

         A humanidade, está a perder os seus valores. As pessoas não valorizam mais a Família, não se respeitam mais como Famílias, não se amam mais como Família.

         O maior pilar da vida que é o amor está a perder-se. O que adianta aparentemente o mundo ter tudo o que  diz respeito à satisfação da carne, se as pessoas hoje não têm paz para viverem dentro das suas casas? Onde está o valor da Família se os pais não souberem conduzir os seus filhos da forma mais sábia? Eles ignoram as maiores necessidades dos filhos, tentam dar-lhes tudo, menos o que eles mais precisam,  que é  amor. Que vale o mundo sem amor? O que vale possuir bens, possuir tantas e tantas grandezas materiais se não tiverdes amor? Meditai nas Palavras de Jesus quando Ele diz: “ O Amor basta”  Quem na verdade não souber amar, não conhece realmente a essência da vida, porque ela está no amor. Deus deu-vos a vida por amor, colocou-vos neste grupo, neste Lugar Sagrado, Corgo da Igreja, porque vos ama, ama o mundo, e deseja que por vós ele seja  construído e restaurado.

         Vós não podeis ter medo. Vós  tendes uma grande missão. Estais aqui neste Lugar Sagrado, Corgo da Igreja, para cumprir essa missão e tendes um grande objetivo: Caminhar sempre de acordo com a vontade de Deus. Não podeis negar o quanto o Céu, hoje, vos fala forte: “Mudai os vossos atos, correspondei com mais sabedoria, nas vossas ações”.

         Existem filhos que têm determinados Dons, mas não têm humildade para colocá-los ao serviço do plano de Deus. Vós tendes ainda muita coisa para construir em vós. A Graça do Céu, transformará a vida de cada um, que aqui  está  neste Lugar Sagrado, Corgo da Igreja. Podereis sentir essa transformação, em cada mensagem que escutais, e que cai nos vossos corações,  fica aí presente, e faz fluir em vós os frutos celestiais da vontade de Deus. Deste modo, filhos, ides sempre despertando e crescendo espiritualmente. Vede como na vossa vida Deus vos incita ao trabalho missionário. Sede pacientes, mansos e humildes com os vossos irmãos. Por vezes, eu sei que  o vosso grande desejo é simplesmente dizer:         – Eu não tenho forças para carregar essa Cruz… mas aí Jesus mostra-vos que Ele não dá uma Cruz, sem que tenhais forças para a suportar.

         Sim, filhinhos, vós tendes essas forças. Basta amardes a vossa Cruz e jamais podereis abandonar a vossa missão.

         Deus está a dar-vos uma missão muito séria. Vós tendes uma caminhada a fazer, e Ele vos concederá uma força muito maior do que o peso da vossa Cruz. Assim, meus filhos queridos, tereis mais sabedoria e estareis mais atentos às coisas de Deus.

         O homem não consegue mudar a sua vida se só tiver visão das coisas péssimas e ruins. Deverá parar e meditar: – “ eu estou construindo um mundo de Paz, eu estou lutando para ser um homem  melhor. Com isso, eu farei da terra um lugar melhor”.

         O homem precisa  desenvolver estas ideias. Ele, até poderá estar no caminho de Deus, em oração, mas, simplesmente, ele está vazio, porque ele se retrata no mundo. O mundo, que hoje só mostra violência, injustiça, onde as pessoas estão sofrendo as consequências de abandono e miséria, de doenças, etc. Não olheis para o mundo, o mundo é pequeno demais.

         Mas,  e se  o homem olhar para Deus?…

         Filhos, vós sois muito mais valiosos do que qualquer bem  que o mundo tenha. Olhai para Deus e vede o que Deus faz e fez por vós.

         Termino meus filhos queridos. Eu abençoo-vos com todo o Meu Amor. Fiquei muito feliz com este momento de oração, com a presença de todos os corações aqui reunidos neste Lugar Sagrado, Corgo da Igreja.

         Pela graça de Deus, pela Sua Bondade, suplico à Santíssima Trindade todas as Graças necessárias para que vós  possais cumprir a missão, que o Céu vos confiou.

         Filhos, deveis suplicar a Deus sempre, não só por Portugal, mas pelo mundo inteiro, pedindo a Jesus que Ele tenha compaixão e piedade dos homens, principalmente que Ele seja a Luz para aqueles que se encontram nas trevas do pecado.

         Que o Pai, o Filho e o Divino Espírito Santo vos abençoem e vos protejam. Esta bênção é especial para o sacerdote que vos acompanha nesta missão, que Deus o proteja, ilumine e guarde sempre, porque hoje só o Céu pode guardar-vos e defender-vos de todos os males presentes.

Até breve

Maria, Mãe da Bondade, no Corgo da Igreja

Esta entrada foi publicada em Mensagens. ligação permanente.