Mensagem de Nossa Senhora, Mãe da Bondade em dezembro de 2017

Mensagem  do dia 3 de dezembro de 2017

        Meus filhos queridos, hoje trago comigo o Meu esposo São José, para vos dar uma pequena mensagem. Neste mês, vós comemorais a festa da Minha Imaculada Conceição. Caminhai cada dia na minha Luz, sendo dóceis às minha Mensagens, fazendo tudo aquilo que Eu vos tenho mandado, seguindo o caminho que todos os Santos  seguiram, que é o caminho da renúncia de si mesmos,  da renúncia ao mundo. Renunciai às falsas e ilusórias alegrias passageiras deste mundo, aceitai a humilhação, sede  mansos, e fiéis ao Senhor, seguindo-Me pelo caminho da oração e da perfeição espiritual, procurando realizar a vontade, e assim, dar ao mundo um sinal, um testemunho da presença do Senhor e da Minha presença no meio de todos vós,  principalmente no meio dos que vivem cheios de maldade, de ódio e em  pecado.

        Que a Graça do Senhor possa restaurar toda a humanidade e trazer novos Céus e uma nova terra para vós, uma terra de santidade, de graça e de amor, onde todos amarão Deus. Assim, o amor de Deus transformará o mundo num grande jardim de Graças e de Santidade.

        Em vós e por meio de vós a Graça do Espírito Santo iluminará este mundo, envolto em trevas e fará que todos os corações, amoleçam, se abram a Deus e aceitem a Sua Graça Salvadora. Se concretizardes os meus pedidos, o Meu Coração agirá poderosamente por meio de vós, enchendo o mundo inteiro, com a Luz do Sagrado Coração do Meu Filho Jesus. O espírito das trevas, satanás, será esmagado debaixo dos meus pés Virginais e Imaculados.

        Meus filhinhos queridos, este Lugar sagrado, Corgo da Igreja está sob a Luz da Minha Imaculada Conceição. Eu já vos mostrei alguns sinais desta Luz descendo do Céu sobre este lugar, porque aqui, verdadeiramente, Eu,  Imaculada Conceição e Mãe da Bondade, sou amada, sou obedecida, sou seguida, sou glorificada pelos Meus filhos, mais dedicados e esforçados. Aqui, desde há anos, vós me  seguis, me amais, rezais o Meu Rosário, cumpris com amor tudo  o que Eu vos tenho pedido. Por tudo isto, aqui neste Lugar Sagrado, Corgo da Igreja, não Me canso nunca de derramar sobre vós, as graças eficazes da Minha Imaculada Conceição, purificando os vossos corpos, santificando as vossas almas, curando-vos de todas as feridas espirituais e corporais, que adquiristes ao longo da vida, para que possais gozar de uma perfeita saúde do corpo e da alma e para que possais ser os Meus espelhos vivos, onde Eu quero refletir cada vez mais a Minha Luz, com a minha presença, o Meu Amor e a Minha Pureza, Meus filhos, Sou a vencedora do pecado, a vencedora de satanás,  e digo-vos:

        – Em breve, pela Luz da Minha Imaculada Conceição, vou esmagar satanás uma segunda vez e desta vez, para sempre. Os meus filhos que gemem agora no meio de tantos sofrimentos, causados diretamente por ele ou por meio dos homens maus, que fazem parte do seu exército, finalmente, serão libertados e conhecerão um novo tempo de paz, que o Meu Coração Imaculado prepara  cada dia, para todos os que me amam, todos aqueles que se mantêm, fielmente, junto de mim.

        Meus filhos queridos, neste mês, vós também ides comemorar o nascimento do Menino Jesus. Para Mim o nascimento de Jesus é todos os meses, não é só uma data, não é só um mês, em que se faz uma simples novena e se ora. Natal, meus filhos, é colocar o Menino Jesus dentro de vós, é reacender essa chama, essa Luz que precisa  brilhar.

        Quando nos lembramos de Deus Menino, Deus Filho, que é o Cristo, temos de o fazer todos os meses. A lembrança do Menino Jesus deve trazer para as vossas vidas muita doçura. Ele é uma Ternura, é doce, e singelo. Transmite-nos uma grande simplicidade. Contudo, o mundo de hoje está sem ternura. As pessoas não são  meigas e ternas,  mas cheias de ira, de ódio e de rancor. O ser humano está agressivo, explodindo de agressividade. Porém, o Menino Jesus quer transmitir-vos essa Ternura, de que tanto precisais.

        Vós estais à espera do Menino Jesus, e Cristo também vos espera. Jesus está sempre esperando por vós, esperando a vossa conversão. Este mês, meus filhos, é o mês de buscarem o perdão, e o adquirirem. É tempo de terdes um arrependimento sincero.

        O que vos está magoando hoje? Não adianta apenas chegardes aqui, a este lugar, aos pés de Jesus, e  por meu intermédio, pedirdes-lhe perdão. É preciso também trazerdes o vosso perdão.

        Eu, meus filhos, quero colocar o mundo aos pés de Jesus, por isso, trago simbolicamente, o mundo aos meus pés. E os Seus, mostram-nos as pegadas que devem ser seguidas. As pegadas de Jesus precisam ser o testemunho da vossa Fé. Precisais caminhar sobre as pegadas de Jesus e ser famílias como Jesus quer que as famílias sejam –  uma imagem e semelhança da Sagrada Família.

        Ao recordarmos o nascimento do Menino Jesus, devemos pensar na Sagrada Família e interrogar-nos:

        – Será que a minha família está sendo exemplo da Sagrada  Família?

         A ternura, a doçura e o afeto devem ser os aliados dos pais e das mães, na suas responsabilidades de amar,  educar e catequizar os seus filhos. O mundo está mal  porque as famílias são envolvidas pelo que não é bom. Há tanto mau exemplo que o respeito já não existe mais… A Catequese dos filhos não existe mais…

        Este é o mês da grande espera. Jesus também espera uma  mudança na vossa vida, espera a vossa conversão.   Antes de terminar, São José transmite-vos uma  pequena mensagem.

        São José:

Meus filhos queridos, Eu José, desci hoje do Céu, com a minha esposa, para recordar-vos que deveis rezar todos os dias o Santo Rosário. Deveis seguir sempre a Minha Esposa, Maria e as Suas Mensagens. Hoje, vejo, como pai, que o mundo precisa de conversão! Por mais que a humanidade esteja hoje em oração, vivenciando a Eucaristia, ainda falta amor.  Entre o Céu, que é o Bem, e o Mal está a travar-se uma guerra.  Falta-vos piedade, sabedoria e autenticidade.  Jesus deu a Fonte para quem precisar beber. Ele deu a Misericórdia para quem quiser aceitá-la. Ele não vai obrigar ninguém. Temos  liberdade para escolher.

O que quereis para vós? A Misericórdia ou o Sofrimento? A Compaixão de Deus ou a Sua  Justiça?

 No silêncio dos vossos corações, vós tendes, hoje, que vos voltar para o Coração de Jesus. Vós tendes este Lugar Sagrado, Corgo da Igreja e recebeis aqui mensagens vindas diretamente de Deus, por intermédio da minha esposa. Sabei que isso é milagre acontecendo nas vossas vidas.

 Peço-vos mais confiança e entrega. Tenho o Meu Coração disponível, para os filhos que o busquem nas suas dores e alegrias. Vou deixar-vos uma Oração, para que, quando Me quiserdes pedir  proteção,  o façais com  muita Fé, recitando-a.

                ORAÇÃO:

        Ó glorioso São José, a quem foi dado o poder de tornar possível as coisas humanamente impossíveis, vinde em nosso auxílio, nas dificuldades em que nos encontramos. Tomai sob a vossa proteção a causa importante que vos confiamos, para que tenha uma solução favorável.

        Ó Pai muito amado, em vós depositamos toda a nossa confiança. Que ninguém possa jamais dizer que vos invocámos em vão. Já que tudo podeis junto de Jesus e de  Maria, mostrai-nos que a vossa bondade é igual ao vosso poder.

        São José, a quem Deus confiou o cuidado da mais Santa Família, nos vos pedimos:

        – Sede,  o protetor da nossa, e alcançai-nos a graça de vivermos e morrermos no amor de Jesus e Maria.

        São José, rogai por nós, que recorremos a vós. Ámen.

        Meus filhos não vou alongar-me mais, deixo-vos  com  a minha esposa que vos dará  a Bênção:

        Maria, mãe da Bondade

        Filhos, peço-vos de todo o Meu Coração que arde em chamas de amor, que vos converteis, que rezeis, e que aprendais a perdoar o próximo. Peço a proteção do Pai, do Filho e do Divino Espírito Santo para Portugal, para o mundo, e para este Lugar Sagrado, que é de Jesus Misericordioso. A todos abençoo, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Ámen.

        Até breve

        Maria, Mãe da Bondade, no Corgo da Igreja

Esta entrada foi publicada em Mensagens. ligação permanente.